Que Lisboa está na moda é comum ouvir-se por aí. Não é mentira. Mas e o que é que está na moda em Lisboa? Um palpite: novos restaurantes italianos. Só nas últimas semanas abriram três, cada qual com os seus argumentos

Aqui viaja até Nápoles sem sair do Bairro Alto

Pedro Azevedo

Há 18 anos, Pedro Azevedo foi estudar para Florença ao abrigo do programa Erasmus. E foi o período que viveu na capital da Toscana, berço do Renascimento, que fez o jovem de Oliveira de Azeméis adquirir o gosto pela comida italiana. Invulgar não por ser estranho – quem não gosta de comida italiana? -, mas antes pela ideia que isso lhe deu logo: um dia vir a abrir uma pizzaria.

“Depois de estudar trabalhei como operador turístico, mas não era a minha paixão. Por isso fui especializar-me em restauração”, conta. Foi gerente do Jardim dos Sentidos, um dos melhores vegetarianos de Lisboa, mas em Dezembro voltou para Itália. Foi em Nápoles, na Associazione Verace Pizza Napolitana, que tirou um curso de pizzaiolo com o mestre Gennaro Langella. Trouxe-o, e a dois colegas, para abrir a sua pizzaria. M’Arrecreo, a expressão de baptismo, também a aprendeu em Nápoles: “É uma expressão do dialecto local, indica felicidade, usa-se quando há algo que nos transforma o dia para melhor.”

O espaço é o do antigo Found You, no Bairro Alto, e está dividido em dois: uma sala de refeições e outra onde está o forno Marana e a zona de preparação das pizzas, com acesso directo pela rua. A ideia é que entre a meia-noite e as 2h da manhã os clientes possam, ali, apanhar uma versão diferente das pizzas da casa, uma ideia importada, também ela, de Nápoles. “São pizzas mais pequenas dobradas em quatro, pizza a portafoglio [porta-moedas], é um tipo de street food que os napolitanos comem muito”, explica Pedro.

Ler todo o artigo

Artigos relativos

As melhores pizzarias em Lisboa